Iniciámos a nossa atividade com duas valências: a Equipa de Intervenção Precoce e o Centro Sócio-Educativo (CSE). A perceção de que a inclusão social de pessoas portadoras de deficiência não é uma tarefa exclusivamente técnica, mas social e cultural, levou-nos a abrir espaços de intervenção e interação com outras populações e entidades na comunidade. Um trabalho intenso na comunidade e na criação de novas respostas sociais tem acontecido ao longo do tempo.